Avatar teoria_de_viver

Stella Maris

Ter a cabeça nas nuvens e os pés no chão me trouxeram a volatilidade de pisar em ovos e não me ligar o quão fatal a mim isso poderia ser.

Queria poder um dia te oferecer aquilo o que eu já não possuo, mas amigo, constatei que a maior hipocrisia do mundo é garantir a outro aquilo que para nós é incerto, bem como não há covardia maior do que semear saudade em terrenos que já não existem mais.

Sei que não são tempos fáceis – nem para aqueles que não sonham. Mas queria que você entendesse, caso um dia eu consiga abrir sua cabeça e pôr alguma coisa lá dentro, que o mar calmo na maioria das vezes, mesmo que menos ameaçador, pode ser mais voraz que a tempestade, pois o primeiro conta com algo que o segundo não deixa espaço: a distração.

Se um homem prevenido vale por dois, o distraído vale por um conjunto de números vazios.
E de repente amigo, foi nesse porto que você perdeu alguns pontos nesse jogo de avançar a cada dia, mesmo que sem conquistas, uma nova casa. As trincheiras que te protegiam foram as mesmas que te impediram de ver o inimigo que se aproximou e que na primeira oportunidade a derrubou em você, te sufocando com sua própria proteção, tão rígida e tão firme que não suportou a primeira ventania a sair por entre as ventas do lobo.

(continua nos comentários)




On March 02 2017 at Diadema, São Paulo, Brazil 323 Views



Avatar jessica_duarte7

Jessica_duarte7 On 10/03/2017

hahahahha, todo mundo deseja um carnaval asssim kkkkk.

Beijos,
bom fds (:


Avatar jeh_vias

Jeh_vias On 04/03/2017

Pois é, no final nós sempre acabamos voltando para cá! rs.
Eu também não sei, deve ser a consideração que você não tinha pela minha pessoa!
*drama*

hahahaha

Mas é isso, que bom que voltou a blogar porque gosto bastante dos seus textos, mesmo que ainda haja uma certa influência ali de coisas que parei de gostar com o tempo.
Mas sempre leio!

Abraços e bom fds.


Avatar teoria_de_viver

Teoria_de_viver On 02/03/2017

E agora só nos resta a dúvida de saber se vai ser mais válido fortificar nosso corpo de bronze ou trocar nosso pés de barro e correr o risco de ruir antes mesmo do lobo bater a nossa porta.

Não saber nadar foi a desculpa mais fácil para sabotar a vontade que um dia tive de me atirar ao mar, não me impedindo, contudo, de me levar cada vez mais para baixo, mesmo hoje sabendo que ao fundo do poço ainda não cheguei, pois ainda encontro águas para meus dedos rasgar a cada nova braçada que dou em direção a luz.

https://www.facebook.com/fah.inocencio.96





Flash of teoria_de_viver

  • mahh_one
  • mahh_one
  • mahh_one
  • mahh_one
  • mahh_one
  • mahh_one
  • mahh_one


Tag - Party
Loading ...