Avatar sasferas

Toquinho e MPB-4...

Ambos comemorando 40 anos de carreira, não podia ser diferente. Foi um show para a vida toda, técnica e inteligência de Toquinho com a variação de voz genial do MPB4 que da uma graça a mais a qualquer canção, com clima descontraído, com muito bate-papo entre algumas músicas, histórias de “Tonzinho”, Chico, Vinícius, Baden, entre outros.

20h30, o quarteto formado pelos músicos Magro Waghabi, Aquiles, Miltinho com violão, Dalmo Medeiros entra no palco, o público vai ao delírio, músicas do dvd – 40 anos de MPB-4 são tocadas. Assim que acabada uma seqüência de cinco músicas, histórias são recordadas e músicas são tocas para refrescar a memória, é claro. Clássicos como “Chega de Saudade” foram tocados. 21h, Miltinho simula estar tocando seu violão, apenas faz as posições, porém sua mão direita, a da pulsação, a da pegada, estava parada, mas ouvia-se a introdução de Tarde em Itapuã tocada com estilo, alguns mais próximos à música perceberam que só podia ser um dos gênios, ainda vivo, o homem que outrora fizera parcerias com nomes como Chico, Jorge Ben, Djavan, Tom, Miucha, Quarteto em Cy e Vinícius de Moraes, isso mesmo, o mestre Toquinho, que com seu violão entrou em cena, colocou o Canecão abaixo e de lá só saiu após o último acorde em Dm#º/13.

Após tocar a bela canção referente a uma linda praia baiana, tocou “...ela vem toda de branco, molhada e despenteada...”, para muitos foi uma surpresa saber que essa era mais uma música com participação do mestre. Após a entrada triunfal e a diminuição da euforia, rolou muito bate-papo, Toquinho parecia não se cansar de contar as histórias envolvendo Chico, Tom, Vinícius principalmente, sobre Whisky foram umas quatro ou cinco. O clima rapidamente voltou a ficar descontraído, como se a platéia estivesse dividindo o palco com os artistas. Baden foi lembrado e citado como o melhor violonista que esse Brasil já teve, e logo em seguida como não podia faltar para ilustrar com perfeição, Toquinho puxou Berimbau de uma forma impressionante, tocou de uma forma inacreditável, parecia que o violão tinha, por toque de mágica, virado mesmo um berimbau.

Depois disso, MPB4 saiu de cena para tomar uma água, Toquinho desligou o microfone de voz, aumentou o volume do que estava direcionado ao seu violão e “mandou bala”. Fez uma apresentação clássica de música Erudita com toque de popular, com a pegada de samba ao fundo, algo impressionante, provando de uma vez por todas ser um músico diferenciado.

O quarteto volta ao palco e os cinco fizeram um bloco só com as canções infantis, fizeram questão de frisar que a criança não pode ser menosprezada, e que coisas de qualidades devem ser feitas a elas, e que “todos nós” não podemos deixar apagar a criança interior. Músicas infantis que obviamente alegraram bebês, crianças, pré-adolescentes, adolescentes, recém-adultos, adultos, quarentões, velhos, idosos e com certeza pessoas que já se foram e com certeza estavam presentes no recinto. Falando em pessoas que já se foram, Toquinho e MPB4 passaram imediatamente para o bloco das canções de Vinícius. Para muitos, o apse do show, muitas pessoas levantaram-se para sambar, a casa noturna era só festa. Clássicos como “Regra 3”, “Para Viver um Grande Amor”, “Como Dizia o Poeta”, “Testamento”, “Morena Flor”, “Eu Sei Que Vou Te Amar” foram tocados.

O fim do show foi marcado por momentos antológicos na nossa história. “Samba Para Vinícius” foi tocada de forma emocionante, uma homenagem para o poeta e diploma, ainda por cima “o branco mais preto do Brasil”. Para fechar MPB4 e Toquinho tocaram Roda Vida relembrando o festival de 65, no início do Regime Militar, quando Chico e o quarteto levaram o público ao delírio coma canção.

Para ilustrar bem a emoção, principalmente para os que viveram a Ditadura, do fim do show, vai o link que contém o festival de 65.

<A HREF="http://www.youtube.com/watch?v=Mll8uwTgFVw" TARGET=_top>http://www.youtube.com/watch?v=Mll8uwTgFVw</A>

--------------------------------------------------------
Beijão do Pereirão no Coração de todos.

obs: Para ser perfeito, só faltou a presença de todos.










On July 10 2007 10 Views



Avatar yellowcrew

Yellowcrew On 24/07/2007

no dia que o slayer fizer 40 anos, vc não vai estar la para comemorar..pois o rio corre vermelho com o sangue posers.

-Metal Crew Boss


Avatar cirrozzy

Cirrozzy On 24/07/2007

Sentiu?

O Mestre estava lá? Kerry King veio ao Brasil e eu não fiquei sabendo...


Avatar autentique

Autentique On 10/07/2007

Nossa o comentário da Nina me fez querer parabenizar esse fotolog e saber se vocês estão participando de algum concurso para quem tem mais eloquencia, coesão e outras formalidades da nossa lingua oral e letrada?!

o.O

Escreveu bem, mesmo, perereta!


Avatar nina_maria

Nina_maria On 10/07/2007

Nossa senhora, senti toda a emoção e clima daqui.
Que perspicácia ao escrever. Praticamente um release!
Queria muito ter presenciado Morena Flor, Chega de Saudade e Roda Viva.

Deixa pra próxima...
Termino o comentário com uma sensação melancólica:
Perdi.





Tag - Felicidad
Loading ...