Avatar rocha_rangel

REVEILLON 2008 EM PRESIDENTE – 24ª PARTE

Informações da Foto: Eu (Ju Rangel) e Doug curtindo um pouco de sol em Imbé. Detalhe para a Ju Bock e o Fêfo chegando de bicicleta.


Decidimos então ir em um buffet de sorvete. Juntamos nossas coisas, limpamos como deu a toalha e as saídas de banho e fomos tirar aquela areia que fica no corpo, em um dos chuveiros localizados no calçadão. Só que a água que saía dali era em conta gotas e a fila era gigantesca. A Ana decidiu que iria se limpar ali e entrou na fila. Eu estava sujo também, mas vi que aquela água não iria me ajudar em nada.

Então deixei minhas coisas com a Tatá e, na companhia do Doug, fui pra beira do mar. Entramos rapidinho para tirar a areia do corpo e voltamos para o calçadão, onde a Ana ainda aguardava na fila. Procurei a Ju Bock e o Fêfo e vi que eles estavam se protegendo do sol embaixo de um quiosque. Quando a Ana finalmente se lavou, fizemos sinal pra eles e rumamos pra avenida principal de Imbé.

Seguimos papeando, dando risada e curtindo o intenso movimento na cidade. Apesar de ser o final do feriadão, tinha muita gente na cidade ainda. E seguimos o baile em direção a sorveteria. Parávamos algumas vezes para observar algo, ou para esperar alguém. Uma hora a Ana ficou pra trás e vimos que um gurizinho se agarrou nas pernas dela, que começou a dar risada. Obviamente nos arriamos nela.

Após uma senhora caminhada, finalmente chegamos na sorveteria. Era um buffet de sorvete da Kibom, ou seja, uma tentação do capeta. O pessoal se alojou em uma mesa enquanto íamos ao banheiro. Eu e a Tatá estávamos nos mijando. Só que o Fêfo passou a perna na Tatá quando ela ia entrar. A Tatá xingou um monte ele, dizendo que aquilo sim era sinal de cavalheirismo. A moça da sorveteria só dava risada da gente. Quando ele saiu ela entrou imediatamente, seguida por mim.

Quando saí do banheiro ela já estava se servindo e fui na rua pedir pras gurias irem se servir primeiro. A Ana e a Ju Bock foram então se servir, enquanto eu, Doug e Fêfo ficamos esperando. A Tatá voltou e o Fêfo já seguiu pra se servir, enquanto eu fiquei insistindo com o Doug, que por saber que não se contentaria com pouco, não queria ir. Após muita insistência de mim e das gurias, ele acabou topando. Fomos os dois e nos servimos muito bem.

Incrível como o sorvete da Kibom é maravilhoso. Eu comi e teria repetido inúmeras vezes se tivesse dinheiro. Fiquei curtindo aquele prazer de comer sorvete ao máximo. A Ju Bock não satisfeita com seu buffet, comprou um picolé. A fresquinha estava maravilhosa. O sol já tinha baixado, pois o dia estava começando a se despedir. Ficamos ali sentados, trovando e curtindo o clima. Todo mundo estava cansado, afinal foram dias intensos. Fora que mar cansa. E sem falar que caminhamos muito em um curto período de tempo.

Convidei o pessoal pra ir lá pra casa naquela noite para papear, ou jogar Uno. O objetivo era curtir nossa última noite na praia. O pessoal topou, dizendo que iriam ajeitas as malas, jantar e dar um pulo lá em Presidente. O tempo foi passando e para conseguirmos nos organizar, decidimos que já estava na hora de puxar nosso barquinho. Após eu achar que a melhor solução seria retornar até a praia, do que atalhar por meio da cidade, vi que era mais rápido mesmo ir por dentro da cidade.

Nos despedimos da Ana, Fêfo e Ju Bock, que seguiriam a pé pra casa também. Seguimos até a numeração que dava certinhu na casa da Tatá, e demos início a uma longa caminhada. Relembrei com a Tatá o ano em que havíamos feito aquela mesma indiada, mas cada um carregando um travesseiro para poder passar a noite na casa da Ju Bock. E pelo que lembrava era muito chão.

Mas fomos papeando bastante. E como nosso cenário eram apenas casas e mais casas, a Tatá aproveitou para nos dar uma aula, mostrando diferenças de casa pra casa, apontando soluções e melhoras para cada uma que observávamos. E caminhamos. Contávamos piadas, relembrávamos momentos, e curtíamos as casas. E cuidávamos os carros que passavam por nós. Nem estes eram perdoados, ahuahauhuaha.

E passavam casas, casas, mansões, casebres, casas, casas, palacetes, casas, casinhas, terrenos e mais casas. Como era de se esperar, estávamos loucos para fazer xixi. Finalmente chegamos numa estradinha de chão, que sinalizava que estávamos perto de casa. Já nem sentíamos mais as nossas pernas, de tão cansados que já estávamos. Começamos a irritar a Tatá com barulho de xixi. Ela ria e quase se mijava. Bom, chegamos em casa praticamente nos arrastando. Ela foi direto pro banheiro. Antes de deixar ela entrar no banho, fiz meu xixinho. Daí sim ela foi tomar seu banho reparador.

Conclui na próxima edição...

Beijos e abraços a todos.

Juliano Rangel


CONTAGEM: Faltam 5 dias pra minha Formatura. Hoje é o ensaio geral. Logo depois, rodízio de pizza.






On February 25 2008 1 Views




rocha_rangel

Favorite rocha_rangel

male - 03/03/1984 (33 years old)
899 Photos
Sao Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brazil





Tag - Brasil
Loading ...