Avatar omnivorax

A história da Belinha. (ou pituxa...ou vida)

Amigos, vou contar a história da Belinha, uma boxer de 8 anos, e que deve ser a história de muitos dos cães que passam pelas nossas mãos.

Há mais ou menos um ano atrás encontramos essa cadela boxer perdida, perambulando, magérrimmmaaa e cheia (mas cheia mesmo) de carrapatos. Um doce, super amiga e cheia de enrgia como todo boxer. O que fazer? Fazer o de sempre, né? Leva no veterinário, tira aquele monte de carrapatos, hospeda e espera aparecer um suposto dono que a tivesse perdido. Se não aparecer, só resta ir em busca de um adotante.

Mas, nesse meio tempo por incrível que pareça a “dona” apareceu. Não, ela não estava em busca da belinha, nós é que encontramos a casa dela e quando questionada se ela estava procurando pela sua linda cadela boxer perdida ela respondeu com um solene “NÃO” e acrescentou: “ ela vive fugindo e meu marido agora disse que ela não entra mais aqui”. Pasmem! Como a casa dela é bem próxima da casa da minha mãe, ficamos sabendo que ela já havia tirado muitas crias da belinha e agora simplesmente não se interessa mais.

Ela se desfez da cadela mas nos fez o “favor” de entregar até um documento chamado “Certificado de vacinação e orientação”. Então aí morreu o assunto dessa pessoa e eu desejo que ela se dane.

Ao abrirmos este tal documento qual não foi a nossa surpresa a descobrirmos que a Belinha estava na sua terceira “dona”. Isso mesmo. Ela foi comprada por uma tal de Eliane, morava em angra dos Reis e tinha o nome de pituxa. Depois, essa Eliane deu a Belinha para uma tal de Hermê que morava no Rio e mudou o nome dela para Vida. E por último ela veio cair nas mãos dessa mulher (que eu não sei o nome) que tirou várias crias dela e depois a jogou na rua . Depois de encontrarmos um adotante para belinha, ela permaneceu lá por quase um ano e figiu algumas vezes. Sim, ela tem essa característica e acho que talvez ela nem saiba mais onde é a sua verdadeira casa e nem seu nome, depois de ter sua vida mudada tantas vezes. Mas essa adotante também abriu mão da Belinha pois Tb “estava de saco cheio” das fugas e então pegamos a belinha de volta.

O telefone da primeira dona consta lá na tal carteira e dá uma vontade imensa de ligar e perguntar: “oi, vc tem idéia do que aconteceu com aquele filhotinho fofo de boxer que vc comprou e depois se desfez?” Dá pra ter até uma certa ilusão de achar que essa tal de Eliane se arrependeu muito durante estes 8 anos de ter se livrado da Belinha e que isso é um peso sobre os ombros dela até hoje e que ela iria querer a belinha de volta de braços abertos.......Mas aí eu penso que isso é só ilusão mesmo e que provavelmente ela ainda vai me dizer desaforos e se ofender por eu ligar pra casa dela pra “perturbar com isso”.

Bom, resumindo a história toda: Belinha, que já foi Pituxa, que já foi Vida, que já morou em angra, depois no Rio, depois em Itaipu. Que teve muitos e muitos filhotes e que hoje está sem lar. Belinha adora brincar mas alguns dias ela fica muito quieta mesmo e pensativa.
Parece que ela fica meio deprimida as vezes mas quem não ficaria com uma história de vida dessas?

Quem quiser adotar a Belinha entre em contato comigo. Andrea. [email protected] – cel: 9978-7280.
Agradeço aos amigos que puderem repassar.




On September 30 2009 9 Views



Avatar alo_helo

Alo_helo On 02/10/2009

esta é a mostra de vida que muitos animais tem, seres descartaveis para algumas pessoas, usados e abusados por outros, sinceramente espero que ela, assim como meu velho vovozinho boxer Rusk tenha um final de vida digno, hj só fico triste por ele não ter vindo mais cedo para meu lar, foi encontrado da mesma forma que ela e tbm era um fujão.
desejo a esta vovozinha tudo de bom nesta vida que lhe resta e que seus momentos sejam felizes e calmos agora.

bjs


Avatar omnivorax

Omnivorax On 30/09/2009

Ah! Esqueci de dizer que segundo a maluca que colocou a belinha na rua, a segunda dona se desfez dela pois ela gostava de dormir na cama e depois que o filho dela nasceu, ela não quis mais isso.
Sem comentários.......................






Tag - Graffiti
Loading ...