Avatar momentodasaude

Panchakarma: Desintoxicação profunda

Os panchakarmas são basicamente processos de eliminação de toxinas, com opção de cinco tratamentos, cada um atuando em uma região do corpo. É uma prática mais invasiva, prescrita nos casos de males evidentes, ou ainda em medidas de prevenção e de rejuvenescimento. Eles exigem acompanhamento médico, muitas vezes são citados pelos profissionais da área como um momento cirúrgico. Exigem etapas com pré, e pós-operatórios, e se não fosse a nossa necessidade de adaptá-los à rotina urbana ocidental, também seria necessária a internação do paciente, como ocorre na índia. No Brasil, o Sudha Sabha Ashram executa os panchakarmas com internação, fica no município de Araguari, Minas Gerais, um conceituado centro de estudos de ayurveda do qual o Dr. Rugue Ribeiro é o médico responsável.

Combate às toxinas
Os panchakarmas são processos de eliminação de toxinas, com opção de cinco tratamentos, cada um atuando em uma região do corpo.
Segundo Dr. Rugue, as toxinas têm origem interna e externa e podem vir do ar, da água, dos alimentos e dos sentidos. Elas intoxicam o corpo e a mente, enfraquecendo tecidos e incidindo no desequilíbrio dos doshas, na doença.
Como uma das vias de entrada de toxinas, o alimento ingerido é de suma importância e deve seguir, inclusive, critérios pertinentes a cada dosha. Da qualidade da digestão, Agni, que em ayurveda significa fogo digestivo,depende também também a eliminação de toxinas (subprodutos), resultados de restos de alimentos em decomposição ou ingerida na comida contaminada. Se a digestão dos alimentos é incompleta, o resultado são bactérias, como a amônia, a bradimicina, o escatol e o indol. Estas substâncias tóxicas tendem a se acumular em regiões distintas para cada dosha. Kapha é no estômago; Pitta no intestino delgado e fígado; e Vata é no intestino grosso. O acúmulo leva ao transbordamento, é quando extravasam para o sistema circulatório, seguindo o mesmo caminho dos alimentos, e atacam os tecidos enfraquecidos do organismo.
Os panchakarmas podem ser prescritos com associação de até três deles, ou apenas um, sendo que dificilmente quatro ou cinco são recomendados. O objetivo sempre é a purificação, limpeza e rejuvenescimento.
Técnicas principais (panchakarma): Vamana (vômito terapêutico) Virechana (diarréia induzida), Basti (enema), Nasya (medicamento via nasal) e Raktamoshana (retirada significativa de sangue para limpeza, pode ser substituída por uma simples doação de sangue).
A primeira etapa do panchakarma é a preparação, consiste no pré operatório, quando as toxinas são mobilizadas nos tecidos. Ela é feita com sessões de massagens, especificadas na utilização de óleos e ervas, tempo, número e tipos de movimentos conforme o dosha, ou seja, os pacientes são eleados tanto por fora por meio das massagens quanto por dentro pela snehana (oleação interna). As oleações têm a função de desprender as toxinas do tecido para que elas retornem ao sistema digestivo, que deverá eliminá-las. É aí que entram os panchakarmas, atuando em regiões com maior incidência de toxinas.
A Ayurveda ocupa-se da doença em si por meios particulares: alimentação, plantas, os 5 métodos de lavagem corporal, massagem, os conselhos psicológicos e higiene.
O ambiente interno do corpo reage permanentemente ao ambiente externo. O distúrbio ocorre quando os dois estão em desequilíbrio. Se queremos modificar o ambiente interno para equilibrá-lo em relação ao externo, temos que entender o desenvolvimento do processo da doença no interior do ser psicossomático.
De acordo com a literatura (Charaka), o terapeuta que não compreender os fatores biológicos do clima, do regime, da constituição, obterá resultados terapêuticos aleatórios.
Vata: Ar + Espaço
Pitta: Fogo + Água
Kapha: Água + Terra






On September 14 2009 257 Views




momentodasaude

Favorite momentodasaude

female - 05/10
19 Photos
Catalão, Goiás, Brazil




Tag - Pink
Loading ...