Avatar jehadriane

Um dia frio, uma noite solitária. Dois travesseiros, um lado da cama vazio. Duas pessoas, uma saudade partilhada. Você aí, eu aqui. Tão longe… Tão, tão distante, tão errado. Você deveria estar aqui, eu deveria estar aí. Não importa, deveríamos estar juntos […] Saudade, tanta saudade. Saudade de você, saudade de mim quando estou com você, saudade de nós. Saudade das brincadeiras idiotas, dos sorrisos bobos… Que vontade. Vontade de te abraçar, de te irritar, muita vontade de te ter. Vontade de mexer no teu cabelo, de dormir no teu colo. Essas vontades loucas que me matam, que não me deixam em paz, não me deixam dormir… Até quando, meu amor? Até quando ela vai me substituir ? Até quando vou ter que agüentar essa saudade, essa vontade? Hein? Até quando você vai ficar aí, longe de mim? Eu já não agüento mais isso, não aguento mais você longe… Por que você não vem logo, e acaba com isso? Por que você não vem logo aqui pra ficar comigo? Sabe, eu te queria aqui, agora. Essa chuva só meu deixa com mais vontade de te abraçar. Vem, eu levo os cobertores pro sofá e coloco um filme de terror. Vou escolher um que me dê medo, e aí você me abraça, pode ser? Vem, eu faço pipoca pra gente. Pode deixar, eu faço o suficiente pra poder comer e pra tacar na sua cara também. E quando o filme acabar, eu vou deitar no seu ombro, você vai mexer no meu cabelo, eu vou sussurrar que te amo, e nós dois vamos acabar dormindo, juntos […] Melhor eu parar, deixa eu colocar meus pés de volta no chão. Eu fico assim, sonhando tão alto, quando dou por mim, já tem uma lágrima querendo escorrer pelo meu olho. Por quê? Porque eu lembro… Lembro que você ta aí, e eu to aqui. Longe… Dói tanto, não te ter pra mim o tempo inteiro. Olhar pro lado, e ver o vazio. Olhar pras mãos, e ver só os meus dedos. Dói demais, te ter por tempo limitado… Acontece que, um dia inteiro já não é suficiente pra nós dois, quem dirá o pouco tempo que temos, às vezes, quase nenhum… Mas, mesmo com essa dor, eu não ligo. Não, não ligo. Se é por você, não me importa. Nem que você morasse a 544 km de distância, sim 544 km de distância, não importaria, por você, eu faria tudo, esperaria o tempo que precisasse, e venceria qualquer distância que existisse… Queria que você fosse meu vizinho. Já imaginou tudo que poderíamos fazer? Imagine, eu te ligar no meio da noite e te falar: “Vem cá, eu to com saudade.” E de repente, ouvir a campainha tocar, e ser você na porta? Já pensou que legal seria se você pudesse vir dormir comigo? Dormir, só dormir… Eu deitar no seu ombro, enquanto você fizesse carinho em mim, me deixando com sono, e eu com certeza ia acabar dormindo primeiro. Imagine só, acordar do teu lado… Infelizmente, eu ia ter que agüentar você me zoando por causa da minha cara de sono. Mas, quando fossemos lavar o rosto, ah, com certeza eu ia tacar água em você. Nós iríamos tomar café juntos, quer dizer, toddy ou nescau com pão né, porque meu café é horrível. E você com certeza iria reclamar, então, melhor não […] Olha só, eu já estou sonhando alto de novo… Mas, não tem como. Você faz isso comigo. Querer sempre mais, muito ser sempre pouco. Você me deixa assim, morrendo de vontade de você. Você desperta em mim uma coisa que eu nunca senti antes: Amor. Mais forte que eu mesma, mais forte que qualquer coisa. É estranho, porque eu nunca senti isso antes, nunca senti nada tão forte assim. Nunca parei pra pensar no meu futuro antes e desejei que alguém continuasse comigo. Mas você, não, você me faz olhar pra frente e desejar te ver lá. Será, meu bem? Será que daqui uns anos eu vou poder olhar pro lado e te ver deitado? Será que nós vamos poder rir juntos de todas as besteiras que nós fizemos? Será que ainda vamos fazer mais muitas coisas juntos? Será? Será que todos os nossos planos realmente vão dar certo? Será que vamos mesmo provar a todos que eles estão errados? Meu amor, será mesmo que você vai ficar até o final comigo? Será que o agora é só um pouco do muito que ainda está por vir? Será que nós ainda vamos mesmo superar muitas coisas juntos? Será que você sempre estará lá, pra me abraçar quando eu estiver triste, pra cuidar de mim quando eu estiver doente, para fazer as coisas para mim quando eu estiver com preguiça? Será, meu bem, será que pode ser pra sempre? … Quem sabe, daqui uns anos, nessa mesma hora talvez, nós não vamos estar dando um banho no nosso cachorro? Quem sabe, não vamos estar indo fazer comprar, ou pintando a nossa casa… Talvez, eu vá estar contando a nossa história à nossa filha.Tantas possibilidades, não é? Tantas coisas que ainda vamos fazer juntos… Mas, é só isso que importa. O quê? O que importa, meu bobinho, é que, não importa o que vamos fazer, faremos juntos, sempre.

( e no final disso tudo só me resta esquecer )




On October 03 2011 60 Views




jehadriane

Favorite jehadriane

female - 19/08
767 Photos
Sorocaba, São Paulo, Brazil



Flash of jehadriane

  • laahmedeiiros
  • dessapires
  • dessapires
  • dessapires


Tag - Style
Loading ...