Avatar jban

Zeppelin !

Construção do Hindenburg - LZ-130

A imagem mostra a estrutura da gôndola do motor do Hindenburg. Notar como a estrutura era simples e ao mesmo tempo resistente, devido ao uso do duralumínio (Al-Cu). A foto foi tirada durante o vôo, uma vez que havia acesso à gôndola através de uma escada externa.
Impressionante o brilho do motor. Estalando de novo ! Também não devia ter problemas de refrigeração, com tanta ventilação.

Pode-se ver ao fundo a outra gôndola por inteiro e a estrutura que a sustentava.

Estou devendo aos comentaristas um post sobre a célula de gás hidrogênio. Estou pesquisando. Aguardem.

João Novello




On January 27 2006 2 Views



Avatar photomechanica

Photomechanica On 27/01/2006

Limpíssimo este ambiente. É assim que eu gosto.:-)))


Avatar jban

Jban On 27/01/2006

Tem razão Rafael. O Hindenburg é o LZ-129. Foi a pressa...No Graf Zeppelin e o Hindenburg, as hélices empurravam o Zeppelin. No Graf Zeppelin II, as hélices passaram a puxar o dirigível...


Default Avatar

Rafael Netto On 27/01/2006

Agora que eu reparei... a legenda diz LZ-130 Hindenburg, mas o LZ-130 era o Graf Zeppelin II, o Hindenburg era o LZ-129.Qual o certo? Acho que é o Hindenburg mesmo, porque o LZ-130, como vimos ontem, tinha os motores "ao contrário".


Avatar edubt

Edubt On 27/01/2006

Muito bacana!!!:-)))


Avatar luiz_d

Luiz_d On 27/01/2006

Espetacular o ângulo desta foto!


Default Avatar

Rafael Netto On 27/01/2006

Tem um documentário que eu já vi no Discovery e no GNT que diz que o incêndio do Hindenburg foi justamente causado pela eletricidade estática. As fagulhas teriam iniciado a combustão do revestimento, que era inflamável, e daí pro hidrogênio foi um pulo.O incêndio do Hindenburg deve ter sido o mais violento da História. Acho que nunca nada tão grande pegou fogo tão rápido.


Avatar nando_f

Nando_f On 27/01/2006

João, fiquei pensando aqui que o que dava resistência à estrutura não era (só) o duralumínio, mas sua construção em treliças, que eliminava a utilização de vigas pesadas e dava liberdade na formação dos "aros" que constituiam a forma principal do corpo e dos compartimentos dos motores.Uma pergunta: como o alumínio acumula muita eletricidade estática quando em contato com ar seco em movimento, como os efeitos eram minimizados? Igual avião?Abraço!:)


Avatar gerard_3

Gerard_3 On 27/01/2006

Um barato...me lembrou a construção de um galpão lá na Fazenda.:PBjócas!De


Default Avatar

Rafael Netto On 27/01/2006

Ué, os motores do Hindenburg não tinham as hélices na frente? Ou era só o Graf Zeppelin II que era assim?<A HREF="http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto" TARGET=_top>http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto</A>






Tag - Funny
Loading ...