Avatar jban

Zeppelin !

Construção do Hindenburg - LZ-130

A Imagem mostra detalhe de uma seção do corpo do dirigível, com a célula de gás já instalada no local. O Hindenburg tinha 16 seções em sua fuselagem fusiforme. Cada seção continha uma célula de gás para flutuação (Hidrogênio) e uma célula de combustível.

O combustível dos Zeppelins tem sido fonte de controvérsia aqui entre os comentaristas. Após pesquisa no livro "The Golden Age of Passenger Airships: Graf Zeppelin & Hindenburg", de Hal G. Dick, consegui a seguinte informação:

Os Zeppelins eram movido a "Blau gas", que tinha este nome em homenagem ao seu inventor o Dr. Hermann Blau. Era fabricado pela Union Carbide, nos Estados Unidos. Seu peso específico era de 1,06 e sua maior vantagem era que o descarte de hidrogênio para compensar a mudança de peso durante o vôo era mínimo.
Durante os anos 30, e a medida que os Alemães se rearmavam para o iminente conflito, a falta de divisas obrigou os alemães a buscar uma solução doméstica, o que foi conseguido misturando-se hidrogênio com propano. O propano tinha um cheiro desagradável quando queimado, similar ao cheiro do cozimento de repolhos, que passava para as roupas da tripulação e chamava a atenção de todos à volta, quando em terra.

João Novello




On January 26 2006 2 Views



Default Avatar

Analuciafrusca On 26/01/2006

Hum...não viajo mais em Zeppelin...cheiro de repolho? argh...Também pensei que tivesse a ver com azul, coincidentemente, blau em alemão.


Avatar karen

Karen On 26/01/2006

essa do "perfume" matou.. kkkkkkass: karen, a gaga..


Avatar jban

Jban On 26/01/2006

Apenas a tripulação sofria com o cheirinho...


Avatar betotumminelli

Betotumminelli On 26/01/2006

Quer dizer que os dirigiveis tinham cheiro de pum??? Putz imagina fazer uma travessia sobreo Atlantico com o aroma de flatos constante nas suas narinas...Interessante isso.:-))))


Avatar luiz_d

Luiz_d On 26/01/2006

Como diz o Xexéo, esta "fita-banana" não acaba nunca!E, alto lá: eu, tal como o JRO, nunca tive dúvidas sobre este assunto. Como não entendo nada, nem dúvidas poderia ter!<A HREF="http://fotolog.terra.com.br/luizd" TARGET=_top>http://fotolog.terra.com.br/luizd</A>


Avatar photomechanica

Photomechanica On 26/01/2006

"Agora estou curioso é com a construção das células de gás. Parece que era algum tipo de tecido, e tinha que ser 100% a prova de vazamentos."Pego uma carona nesta curiosidade do Rafael.O armazenamento do combustivel "blaugas" era feito em tanques metálicos, mas as tais células para a contenção do Hidrogênio, estes "sacos" ai da foto, deviam ser....Como ?:-)))


Default Avatar

Rafael Netto On 26/01/2006

Então o Blaugas tinha esse nome por causa de seu criador... eu estava achando que era "gás azul" por causa da cor da chama ou da fumaça...O curioso é que o criador era alemão, ou pelo menos tinha nome de alemão, e o gás era monopólio americano...Acredito que a composição original do gás não devia ser muito diferente da "solução doméstica" encontrada pelos alemães. Talvez usassem metano no lugar do hidrogênio e/ou etano no lugar de propano.Agora estou curioso é com a construção das células de gás. Parece que era algum tipo de tecido, e tinha que ser 100% a prova de vazamentos.<A HREF="http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto" TARGET=_top>http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto</A>


Avatar photomechanica

Photomechanica On 26/01/2006

Perdão, mas eu nunca tive dúvidas sobre este assunto.Alias, fui o primeiro a descrever este problema do combustivel e de seu peso nesta mesa, e isto foi no ano passado, quando, inclusive, comentei sobre a criação da Cia Ultragaz.:-)))






Tag - Pink
Loading ...