Avatar pseudokane3_5

DAQUILO QUE NÃO SE ENTENDE... (FAUNA EMOCIONAL)

Quando eu cheguei ao trabalho, na segunda-feira, não havia energia elétrica. Posteriormente, soube que a razão para isto era a morte de um mico, que se enganchou numa rede de alta tensão e causou um grave curto-circuito. No mesmo dia, uma amiga matou uma barata no setor. Brinquei com ela: “tu deixaste órfãos vários filhinhos de barata!”. Por dentro, eu falava sério. Ela sorriu, arrependida de ter sido obrigada a matar o inseto...

No mesmo dia, descobri por acaso, na Internet, o curta-metragem espanhol “Elefante” (2011, de Pablo Larcuen), sobre um executivo que, de repente, constata que está se transformando num proboscídeo. Ele alega detestar o emprego, não ter amigos, perder a conexão emocional com a família... Porém, depois que se converte num elefante, surpreende-se ao verificar que seu filho pequeno passa a reconhecê-lo (e amá-lo) como pai. O final é emocionante: se eu estivesse sozinho durante a sessão, chorava!

Entretanto, não estava sozinho: ao meu lado, havia um amigo ‘nerd’ e o rapaz por quem me apaixonei hodiernamente. Este havia se afastado por três dias, afligido por reflexões urgentes que ele insiste em protelar. Com o pênis à mostra, ele disse que preferia que comportássemo-nos como ótimos amigos que eventualmente fazem sexo e não como um arremedo de casal. Segundo ele, meu excesso de amor intimida. Ele disse que não entendeu o que o filme abordava...

Pergunta: como ensinar alguém a sentir?
WPC>


cinema zoofilia amizade paixonite sexualidade entendimento cotidiano amor

On July 30 2014 at Sergipe, Brazil 2 Views





Tag - Art
Loading ...