Avatar pseudokane3_5

QUANDO A TEATRALIDADE NÃO É DEMAIS... QUIÇÁ SUFICIENTE!

Por muito tempo em minha vida, cri (equivocadamente) que se eu prendesse ou evitasse o choro, eu pareceria mais forte. Num dia fatídico de 1996, quando minha mãe rasgou meus livros apenas porque eu cheguei tarde em casa – o que me fez passar a madrugada pranteando, diante dos retalhos de minha biblioteca particular esfacelada – eu jurei para mim mesmo que não demonstraria mais tristeza, tornar-me-ia frio. Infelizmente, consegui levar este estulto objetivo à frente por diversos anos, até que o falecimento de minha querida cadela Kurosawa de Castro, em 2004, obrigou-me novamente a soluçar de tanto choro. Senti-me livre...

Os anos se passaram e parecia que eu tinha feito as pazes comigo mesmo: se eu estava contente, sorria; se eu estava triste, chorava. Reagia sem falsas reprimendas àquilo que sentia. Porém, nas últimas semanas, por mais injustiçado que eu me sinta em relação a alguns atos de egoísmo, não consigo chorar. O motivo: parece que estou sendo novamente convocado a parecer forte (no sentido externo do termo) e, como tal, meu subconsciente está bloqueando as minhas lágrimas. Ainda assim, no meio de uma discussão, fui abandonado ao ser acusado de portar-me de maneira excessivamente teatral. O meu pecado: ser sensível!

Talvez não seja o momento para detalhar o que houve, sob o perigo de eu incorrer numa racionalização que me distancie daquilo que eu preciso sentir.

Por isso, agora, eu escolho sentir...
WPC>


tristeza confissão (des)entendimento cotidiano amor maturidade emoção

On August 16 2014 at Sergipe, Brazil 97 Views



Avatar almasperdidas

Almasperdidas On 16/08/2014

ameie a foto

por anos me prendi a isso de me fazer parecer forte...
resultado é que atpe hj n consigo chorar na frente das pessoas, bem que as vezes eu gostaria viu
bem que as vezes eu gostaria de poder desabafar e chorar no col ode alguém

tenha um findi magnifico
mtos beijos pra vc


Avatar mirous

Mirous On 16/08/2014

Seja você mesmo e .

E essa foto maravilhosa?? Me lembrou filmes do Derek Jarman. :)





Tag - Art
Loading ...