Avatar pseudokane3_5

“ACORDE, WESLINHO, ACORDE!”

Num tom de bravata e de inglória superioridade, este foi o conselho que me deram na noite de ontem. Diante de mim, num cômodo escuro, um rapaz de olhos verdes insistiu em alegar, sarcasticamente, que eu vivo num incômodo estágio de torpor. Se isto é verdade ou não, dou de ombros: o que importa é que eu sobrevivo, conforme solicitou um amigo de trabalho, ao final do expediente...

Estendi-me um pouco mais no trabalho, justamente porque estava tentando baixar o filme que queria ver nessa noite: “Chemin de Croix” (2008, de Cyril Legann), média-metragem francês sobre um garoto potencialmente suicida que, após uma noite de angústia, rouba dinheiro de seu pai e, depois de ser aconselhado por um padre e barrado na porta de uma casa de ‘strip-teases’, embarca num ‘ménage a trois’ ao lado de um amigo, que foge depois que ouve tiros. A moça que participava do sexo a três desmaia, e o protagonista é feito prisioneiro pelo cafetão dela, com quem passa a ter fantasias fortemente homoeróticas. O desfecho é um despertar...

Ao término da sessão, ouvi repetidamente a canção que o rapaz mencionado no primeiro parágrafo me recomendou [“Somebody That I Used to Know”, de Gotye],li algumas páginas do romance de Liév Tolstoi que me consola nos últimos meses, e adormeci, no afã por aplacar a consternação que me afligia. Quem me flagra no trabalho, entretanto, sabe que não paro de pensar nele...

Quem me diz que é em vão?
WPC>


cotidiano cinema tristeza paixonite música homoerotismo trabalho amor

On August 13 2014 at Sergipe, Brazil 107 Views



Avatar alexandre2000

Alexandre2000 On 13/08/2014

Ambiente de trabalho =3
É... a foto é recente, é que não sou do
tipo fotogênico ai publico poucas fotos minhas.





Tag - Tattoo
Loading ...