Avatar fah_69666

Cristianismo vs Islamismo

O Cristianismo é uma religião monoteísta centrada na vida e nos ensinamentos de Jesus de Nazaré,tais como são apresentados no Novo Testamento(na Bíblia).A fé cristã acredita essencialmente em Jesus como o Cristo,Filho de Deus,Salvador e Senhor.

O Islão é uma religião monoteísta que surgiu na Península Arábica no século VII,baseada nos ensinamentos religiosos do profeta Maomé(Muhammad) e numa escritura sagrada,o Alcorão.

Credo de Nicéia:

O Credo de Nicéia,formulado nos concílios de Nicéia e Constantinopla,foi ratificado como credo universal da Cristandade no Concílio de Éfeso de 431.
As crenças principais declaradas no Credo de Nicéia são:

-A crença na Trindade;
-Jesus é simultaneamente divino e humano;
-A salvação é possível através da pessoa,vida e obra de Jesus;
-Jesus Cristo foi concebido de forma virginal,foi crucificado,ressuscitou,ascendeu ao céu e virá de novo à Terra;
-A remissão dos pecados é possível através do batismo;
-Os mortos ressuscitarão.

Na altura em que foi formulado,o Credo de Niceia procurou lidar diretamente com crenças que seriam consideradas heréticas,como o arianismo,que negava que o Pai e Filho eram da mesma substância,ou o gnosticismo(claro pois Jesus teria de ser da mesma substância de deus).
A maior parte das igrejas protestantes partilham com a Igreja Católica a crença no Credo de Nicéia.

Crenças Islâmicas:

O Islão ensina seis crenças principais:

-A crença em Alá (Allah),único Deus existente;
-A crença nos Anjos,seres criados por Alá;
-A crença nos Livros Sagrados,entre os quais se encontram a Torá,os Salmos e o Evangelho.O Alcorão é o principal e mais completo livro sagrado,constituindo a coletânea dos ensinamentos revelados por Alá ao profeta Maomé;
-A crença em vários profetas enviados à humanidade,dos quais Maomé é o último;
-A crença no dia do Julgamento Final,no qual as ações de cada pessoa serão avaliadas;
-A crença na predestinação: Alá tudo sabe e possui o poder de decidir sobre o que acontece a cada pessoa.

Do Judaísmo:"Um velho pastor,cansado da fome e da seca,certa vez ouviu uma voz a dizer: Parte da tua terra.Era o Senhor,que propôs guiar aquele homem até um lugar abençoado,onde água e comida nunca faltariam.Em troca,ele deveria adorá-Lo como o único Deus e espalhar pelo mundo uma mensagem de justiça.A proposta era arriscada numa época em que reis exploravam o trabalho de camponeses,invasores ameaçavam cidades-estado e os povos,em busca de proteção,veneravam várias divindades.Mesmo assim,o pastor aceitou o acordo.E foi "recompensado" por isso.Seu nome era Abraão.Ele sobreviveu a guerras,catástrofes naturais,perseguições.E seus descendentes foram guiados numa longa jornada rumo a Canaã - a Terra Prometida" (Revista Superinteressante, março 2009).
A narrativa da aliança entre Deus e Abraão é uma das mais conhecidas da tradição judaico-cristã e,embora nunca tenha sido confirmada historicamente,pode explicar como surgiu a primeira grande religião monoteísta,o Judaísmo.

Do Islamismo:A religião que mais cresce no mundo contemporâneo nasceu na Península Arábica a partir da reflexão de Maomé em torno da multiplicidade de deuses existentes nas tribos da própria península,assim como das religiões petrificadas e presas no formalismo ritualístico,sem a vivificação espiritual desejada e desejável,como o cristianismo ortodoxo grego,o cristianismo romano e o judaísmo.
Nos treze séculos que se passaram de sua gênese,a religião congrega hoje mais de um bilhão de adeptos,unidos pelo sentimento profundo de pertencimento a uma só comunidade.

P.S. : Todas as duas possuem diretrizes de esquivar-se a um ser onipotente que deseja ser louvado,por isso "nos criou",por bel prazer.




On March 02 2010 502 Views



Avatar questionando666

Questionando666 On 03/03/2010

Do inferno \o
É a guerra fria religiosa.
;*


Avatar fah_69666

Fah_69666 On 02/03/2010

Fonte : Wikipédia


Avatar fah_69666

Fah_69666 On 02/03/2010

O campo está aberto.Pode não haver um choque entre civilizações,mas os grupos interessados particularmente na divulgação de suas religiões farão do choque entre Cristianismo e Islamismo um conflito marcante das décadas porvir!


O que querem é um mar de fiéis em oração,calados,gélidos e individualistas.Para propagarem,além da riqueza espiritual individual,sua riqueza material.

"Quem mais doutrinado que o doutrinador?"


Avatar fah_69666

Fah_69666 On 02/03/2010

Os muçulmanos têm uma tremenda vantagem: na maioria dos países islâmicos,a tentativa de converter qualquer um a outra religião é crime – muitas vezes,só rezar para outro Deus já é passível de cadeia ou outra pena(é a nova versão da inquisição,só que esta,islâmica).Então o Islã tem livre acesso à Europa,aos EUA e Américas,enquanto missionários cristãos não podem jogar no campo inimigo,salvo imenso risco.
Mas nem tudo é positivo.O Onze de Setembro foi uma rasteira.A maioria das entidades filantrópicas que investiam no espalhar da religião de Maomé foram declaradas suspeitas ou mesmo ilegais,por conta de envolvimento com o financiamento do terrorismo.Além disso,o terror despertou uma profunda desconfiança mundial.Não bastasse,islâmicos resistem a técnicas modernas de marketing,já que consideram seu livro sagrado a palavra literal de Deus – e não meramente inspiradas por,caso dos cristãos.Mexer com ela seria sacrilégio.
Por sua vez,os cristãos seguem perdendo espaço no coração europeu de sua origem.Por um lado,perdem para o próprio Islã,conforme jovens nascidos em famílias que migraram procuram contato com a religião de pais e avós numa busca de identidade;por outro,perdem para o nada,conforme jovens de origem européia bem educados deixam de ter uso para qualquer religião que seja.


Avatar fah_69666

Fah_69666 On 02/03/2010

Na virada do século XIX para o XX,200 milhões de muçulmanos viviam no mundo.Foi um século exuberante para o Islã: hoje,são 1,5 bilhão de fiéis.Em compensação,um ocidente cada vez mais laico produziu um crescimento em proporção muito menor à do aumento populacional do cristianismo.Jesus ainda vence Maomé – são 2 bilhões de cristãos,afinal – mas a se julgar pelo ritmo de uma e de outra,em 2050 o Islã deverá ser a maior religião do mundo.
Diferentemente de cristãos e muçulmanos,judeus,os inventores do primeiro Livro sagrado,não vêem como sua a missão de sair pelo mundo a converter seguidores
De um lado,como financiadores,estão os poderosos evangélicos norte-americanos,que investem pesadamente na formação de missionários para espalhar pelo mundo.Do outro,estão a família real saudita e incontáveis milionários do petróleo árabes que gastam um bom dinheiro para espalhar o seu livro sagrado a qualquer interessado.
Os cristãos são mais espertos quando o assunto é marketing: no mercado dos EUA, há Bíblias de todos os tipos, adaptadas para crianças, adolescentes, adultos, comentadas ou não, há revistas multicoloridas, há filmes. E este material vai se espalhando em línguas várias.





Tag - Hair
Loading ...