Avatar dominadoradiana

Cultura.............ehehhehe

POWER EXCHANGE
Este sim é o termo que melhor define BDSM, ou seja, entrega mediante controle, troca de poder.
SÃO
É o princípio básico do BDSM seguro e consensual, Sadio, Higiênico, Justo e Íntegro para ambos
DISCIPLINA
O dominador, em consenso com seu escravo, determina sua conduta. Consiste em obedecer ordens de seu mestre, cumprir tarefas e castigos.
DOMINAÇÃO
Num forte e fantasioso jogo de prazer, de humilhação e submissão, o mestre impõe ordens e desejos(já estabelecido pos ambos).
SUBMISSÃO
Obedescendo seu mestre, o escravo submete-se à dor/prazer e humilhação, que poderá ser pública ou não.
DOMINADOR / MESTRE / TOP / DOMME
Usam couro tacheado preto. Independente de seu sexo, comanda a cena, mantém o controle físico e psicológico sobre a fantasia de ambos.
SUBMISSO / ESCRAVO / SUB / BOTTOM
Usam couro preto liso, e na maior parte das vezes não podem falar, ou tocar seu mestre, oferecendo-lhe total poder e domínio na brincadeira, buscando o prazer dos dois.
SWITCHER
Tanto faz o papel de Sádico, quanto de Masoquista.
SAFEWORD
É uma palavra totalmente fora do contexto de sexo ou da prática utilizada, que quando dita determina que o mestre chegou no limite de seu escravo ou vice-versa, e este deverá parar, ou mudar a prática.
Em caso de estar amordaçado, ou impossibilitado de falar, a safeword, será um gesto predeterminado.
SESSÃO
Período de duração do ato BDSM, na relação sexual.
CENA
Aspecto social organizado pelo BDSM, alguém em cena, estará envolvido ou atuante em grupos e outros, além de também caracterizar a sessão.
EQUIPAMENTOS
Objetos utilizados nas sessões, que proporcionam dor/prazer aos participantes, tais como, roupas, algemas, placas de madeira, piercings, velas, grampos prendedores, coleiras, vendas, em alguns casos equipamentos cirúrgicos, além de móveis específicos, sendo que, sempre estabelecidos os limites.
CASTIGOS FÍSICOS
A intensidade desses castigos, estará compreendida entre leve, média e pesada, conforme estabelecida pelos praticantes, baseado em seu motivo de prazer(limite), pode ser uma mordida, cócegas, etc..
CASTIGOS E HUMILHAÇÕES MORAIS
O mestre ordena que lamba suas botas ou pés, rasteje, trabalhe, beba sua urina ou sêmen, que coma ou ande como um animal, entre outras coisas.
EXIBIÇÃO PÚBLICA
Poderá ocorrer sem que ninguém perceba, uso de uma coleira, com ou sem nome, encontrar-se com seu mestre descalça, uma discreta humilhação perto de outras pessoas.
CÓCEGAS
Imobilizando o parceiro, o mestre usará as mãos, pincéis, penas, fitas, e outros acessórios segundo a imaginação de ambos, para que o submisso sofra cócegas e com isso tenham mais prazer.
Pode ser uma ótima brincadeira para se começar o sexo de forma mais alegre e liberada.
CHUVA DOURADA
Usa-se a urina com propósitos eróticos, em jatos externos, nas costas, pés, rosto, seios, etc., ou internos, beber, regar orifícios do corpo.
Deve-se lembrar que qualquer forma de secreção, humana ou não, pode estar contaminada.
FEMINILIZAÇÃO / MASCULINIZAÇÃO
O submisso é obrigado a usar roupas opostas às de seu sexo, homens usam roupas de mulheres e vice-versa.
INFANTILIZAÇÃO
Durante o jogo o submisso é tratado como criança ou bebê(não é pedofilia se acontece entre adultos e com limites).
JOGO PESADO
São técnicas sofisticadas e avançadas as quais os praticantes utilizam, para o prazer, e excitação física e psicológica de ambos, ou do grupo.
Tais técnicas requerem treinamento, habilidade e experiência, para segurança de todos. Em alguns casos envolvem controle de respiração, incisões, cauterização e outros para tornar o jogo mais intenso e perigoso.
USO MÉDICO
No limite de um jogo erótico, são usadas durante as cenas, alguns equipamentos e procedimentos médicos e hospitalares, até mesmo cirúrgicos(essa é uma prática extremamente perigosa, que deverá ser utilizada por um mestre muito habilidoso e experiente, que tenha plena confiança de seu escravo).
PLAY PARTY
A reunião visa a prática, aprimoramento e o aprendizado de técnicas, não sendo obrigatório acontecer o jogo.
MUMIFICAÇÃO
Nessa técnica o escravo é imobilizado por seu mestre, ou a seu comando por outros escravos, e se mantém apto a receber carinhos e castigos de seu mestre sem reação.
DOMINATRIX OU MADAME
É o título de respeito dado à dominadora por seu/sua escravo(a)
MISTRESS
É o nome dado à perita nas práticas do BDSM, difere-se da Dominatrix ou Dominadora ma hierarquia BDSM.
A Mistress tem somente um escravo, mas nem por isso deixam de ter outros submissos caso os dois queiram em algumas sessões especiais.
DOMINADOR OU MESTRE
É o título dado ao dominador, por seus escravos, submissos(as).
PRIVAÇÃO DOS SENTIDOS
Essa técnica, reduz os sentidos do submisso, privando-o com a utilização de capuzes, vendas, tampões, e outros instrumentos que limitam seus sentidos, deixando-o à mercê dos desejos de seu mestre.




On May 12 2007 305 Views



Avatar pictury

Pictury On 18/05/2007

vou anotar aqui na milha lista de pendências para 2008 um homem assim haha de limaa =*


Avatar cariocapoa

Cariocapoa On 13/05/2007

humm estou começando a ficar interessado!!!HAHAHAHAHAHAHAHAHsaudades tuas!beijão!!


Avatar volupia_sm

Volupia_sm On 12/05/2007

perfeito o seu post, ^^e sim, fotos e tudo o mais são parecidos, rsque bom, encontrar uma pessoa que curte sm too...add, okz?beijos ****^





Tag - Music
Loading ...