Avatar artetodaparte

A Fonte Encantada de Yemanjá

Este espetáculo foi criado a partir de um roteiro do século XVII da Commedia dell’Arte, cujo o manuscrito original está conservado na Biblioteca Corsiniana em Roma. O diretor é Marcus Villa Góis que dirigiu O Mentiroso de Carlo Goldoni, dentre outros espetáculos e roteiros improvisados de Commedia dell’Arte. Hoje ele desenvolve seu doutorado com a pesquisa: Zibaldoni e Canovacci: A dramaturgia do Ator em Experimentos Inspirados na Commedia dell’Arte.

O trato dado a Commedia dell’Arte é meramente deflagrador de um processo de trabalho. Os roteiros da Commedia dell’Arte são de difícil acesso, de difícil compreensão e interpretação por parte dos atores, principalmente de maneira improvisada. O diretor selecionou o roteiro e o adaptou para os sete atores. O método de ensaio do roteiro consistiu na fixação dos personagens, na memorização de fragmentos de textos e na criação de cenas específicas que serão usadas pelos atores, inclusive em outros roteiros. Durante as apresentações os atores improvisarão as falas, mas tendo por base os textos memorizados e algumas cenas ensaiadas e coreografadas.
A música, ao vivo, feita também pelos atores, pontua momentos do espetáculo, cria o clima da cena, dinamiza e traduz ao nosso tempo o que os roteiros e a direção querem dizer. O figurino concebidos por Karina Allatta é a atualização do espírito da Comedia dell’Arte. O cenário de Maurício Pedrosa terá um único praticável e três vistas: uma externa da cidade, uma interna de uma casa e uma do campo; pintadas em uma cortina. Não existe disfarce, não é para parecer uma parede, não esticamos o tecido em uma armação de madeira. Ele é dobrável para que possamos apresentar o maior número de vezes possível, nos lugares mais inusitados. A cortina relembra as viagens dos cômicos em suas carroças, transportando o cenário para todos os lugares. A luz de Telma Gualberto cria os ambientes das casas dos velhos, uma rua ou o campo assim como diferencia a noite do dia, um clima romântico do clima de tensão ou de confusão e correria. O que importa é o ator, é a relação entre as personagens viva e dinâmica, a luz deve seguir os momentos improvisados dos atores.
Sinopse: Numa pequena cidade do interior, viviam duas poderosas famílias: uma de um mercador conhecido como Pantaleão, que tinha por filha a doce Isabela e por empregado um astuto servo que atendia pelo nome de Arlequim; e a outra, a de um mercador conhecido por Graciano, pai do nobre Horácio, servidos pelo estabanado servo Covielo. Nesta mesma cidade, desprezada por todos, por causa de sua pobre condição, vivia também a bela Hortência e sua misteriosa mãe Francisquinha. As revelações que Francisquinha fará serão conhecidas no decorrer da ação.





On January 30 2012 6 Views






Tag - Funny
Loading ...