Avatar 7_flordemanaca

Poemas - Cora Coralina

*



______________________________________________________**





A gleba me transfigura




Amo aterra de um velho amor consagrado.

Através de gerações de avós rústicos, encartados

nas minas e na terra latifundiária, sesmeiros.

A gleba está dentro de mim. Eu sou a terra.

Em mim a planta renasce e floresce, sementeia e sobrevive.

Sou a espiga e o grão fecundo que retorna à terra.

Minha pena é enxada do plantador, é o arado que vai sulcando.

Para a colheita das gerações.

Eu sou o velho paiol e a velha tulha roceira.

Eu sou a terra milenária, eu venho de milênios

Eu sou a mulher mais antiga do mundo, plantada

e fecundada no ventre escuro da terra.





______________________________________________________**



Imagem encontrada em um dos inumeros blogs ou sites sobre a autora.


poemas goiania terra amor gleba

On January 19 2013 at Bahia, Brazil 132 Views



Avatar xampy

Xampy On 19/01/2013

Lindo, lindo!
Que felicidade poder ler Cora Coralina!

Beijos!


Avatar 7_flordmanaca

7_flordmanaca On 20/01/2013

**

que felicidade saber que ler Cora Coralina traz felicidade... que bom!
para mim também.

Obrigada pela presença


Avatar pingos_deluz

Pingos_deluz On 19/01/2013

**

lindos!
tanto o de cima
como o de baixo
dois andares
de versos belos

bom dia!





Tag - Art
Loading ...